Acesso remoto usando o Ubuntu – parte IV


Finalmente chegamos a parte final dessa trilogia de 4 posts. Na parte III dessa série de posts havia dito que trataria do acesso remoto via modo gráfico nesse quarto post e também da genial ferramenta Dropbox. Acontece que eu tratei do Dropbox num post independente que pode ser lido aqui. Então agora vamos ao que interessa!

Tudo que vimos até agora foi útil pra acessarmos via linha de comando um PC remoto com Ubuntu instalado. Para acessar via modo gráfico, o comando é quase o mesmo. A diferença é que acrescentamos um “-X” ao comando ssh:

sudo ssh -X seu_login@ip_pc_remoto

Digitando o comando acima no terminal, você estará logado no PC remoto com a possibilidade de abrir seus aplicativos localmente. Para abrir algum programa, basta digitar o nome dele no terminal. Por exemplo, para abrir o Chrome, digite google-chrome no terminal. Para abrir o xmGrace, digite xmgrace. Para abrir o Firefox, digite firefox. Simples assim! Pra abrir o gerenciador de arquivos do Ubuntu, você precisa digitar sudo nautilus, pois se você usar apenas nautilus, seu acesso é bloqueado, não sei porque ainda. Isso não ocorre se abrirmos o Nautilus do PC local via linha de comando.

A grande vantagem de acessar remotamente um PC no modo gráfico é que você não precisa ficar lembrando de comandos.  A grande desvantagem é que esse modo é visivelmente mais lento. Claro, há diversas outras vantagens no modo gráfico, como por exemplo, plotar gráficos! Não é muito agradável plotar gráficos usando o maple via linha de comando…

Outras dicas:

  • Uma outra dica (que vale tanto no modo gráfico quanto no puramente via linha de comando) é usar o comando “&” após um comando que “prenda” a entrada do seu terminal. Por exemplo, se você abrir o xmGrace via terminal, este ficará ocupado impossibilitando a entrada de um novo comando até que você feche o xmGrace. Usando xmgrace &
    você libera o terminal possibilitando, por exemplo, a execução de algum outro aplicativo.
  • Imagine que você ponha pra rodar da sua casa um programa pra rodar (daqueles que demoram horas ou dias pra gerar os resultados) num PC remoto. Se faltar energia elétrica ou você fechar por acidente o terminal na sua casa, você está frito! Existe uma maneira de você deixar o programa rodando remotamente de forma independente do PC local. Assim, você (ou a cia. de energia elétrica da sua cidade) pode desligar seu PC de casa ou fechar o terminal, que o programa continuará sendo executando no PC remoto! Isso é realmente muito útil! O comando que faz isso por você se chama “nohup”. Esse nome vem, provavelmente de “no hangups!”. Então vamos lá. Se você quer executar, por exemplo, o programa a.out, use o comando nohup ./a.out Assim seu programa rodará remotamente de forma independente do PC local, a menos que haja algum problema com o PC remoto hehe.

Então é isso pessoal! Existem outros métodos para acesso remoto entre PCs usando ubuntu ou outros sistemas operacionais. Muitas pessoas usam o VNC, por exemplo. Existem também outras informações bastante úteis sobre o SSH também, que estão contidas no seu respectivo manual. Nessa série de posts, escrevi o que ao longo do tempo se tornou útil pra mim. Não tive, nem de longe, o objetivo de escrever uma referência completa sobre SSH etc etc.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s